Niterói promove Dia de Bike ao Trabalho para incentivar o uso da bicicleta na rotina


 O Dia de Bike ao Trabalho 2021 mobilizou servidores da Prefeitura de Niterói nesta quinta-feira (20). A iniciativa, promovida pela Coordenadoria Niterói de Bicicleta, incentivou os profissionais a pedalarem até o trabalho no lugar de pegar o carro ou o ônibus. Além dos 45 quilômetros destinados especificamente para a circulação de pessoas utilizando bicicletas, o município ainda conta com mais de 1220 paraciclos espalhados pela cidade. São cerca de 150 nas áreas próximas à Prefeitura.  

Entusiasta do uso de bike como meio de transporte, o prefeito Axel Grael foi pedalando até a Prefeitura de Niterói.

“Vim com um pequeno grupo de amigos que também trabalham na Prefeitura, aproveitando as ciclovias da nossa cidade. Niterói tem vocação para a bicicleta, temos um clima agradável e um relevo propício. O uso da bicicleta gera inúmeros benefícios, não só para os ciclistas, mas também para quem não pedala, através da redução do tráfego e da poluição ambiental. Atualmente, a malha cicloviária de Niterói já tem mais de 40 quilômetros, e estamos investindo para ultrapassar a marca de 100 quilômetros. Niterói saiu do zero na malha cicloviária e, hoje, já somos referência na mobilidade ativa”, disse o prefeito Axel Grael.  

Coordenador do Niterói de Bicicleta, Filipe Simões destacou que a bicicleta é uma solução efetiva para a mobilidade das cidades. Ele lembrou, ainda, que com esta iniciativa Niterói participa de uma campanha global que busca demonstrar, a quem não possui o hábito de pedalar, o quão prática, rápida e segura pode ser a bicicleta no dia a dia.

“O ‘De Bike ao Trabalho’ é um dia de reflexão sobre como a cidade, a mobilidade e a relação das pessoas com o lugar onde elas moram podem ser mais saudáveis, sustentáveis e eficientes quando usamos modos de transporte ativo. Muitas vezes, tudo o que o cidadão precisa para dar o primeiro passo e pegar a bicicleta, é esse estímulo. O que estamos nos propondo a fazer é incentivar que as pessoas experimentem esse meio de transporte para deslocamento e vejam a opção excelente que é para chegar até o trabalho”, enfatizou.      

A servidora da área de Urbanismo da Prefeitura de Niterói, Betina Araújo, de 28 anos, mora no Centro e, na maior parte da semana, usa a bicicleta para ir trabalhar. Essa rotina começou há cerca de cinco anos, no entanto, ela afirmou que aumentou os dias da semana usando a bike para o trabalho após a conclusão das obras de implantação da ciclovia da Avenida Marquês do Paraná.

“Sempre usei a bicicleta. Antes, ia todos os dias para a escola de bike e depois que passei a trabalhar também adotei a bicicleta como transporte, mas ficava muito receosa pela falta de ciclovia no percurso. Agora é diferente porque a cidade ganhou mais ciclovias e me sinto mais segura. No entanto, acho que ainda falta um pouco mais de conscientização por parte dos motoristas com os ciclistas”, contou.

Para aqueles que não se sentiam à vontade para pedalar sozinhos no trânsito, foram formados pequenos grupos com o apoio da equipe do coletivo Bike Anjo.  

A voluntária do coletivo Bike Anjo Niterói, Vivian Garelli, de 27 anos, reforçou a importância de parcerias como essa com a Coordenadoria Niterói de Bicicleta para o incentivo do uso da bicicleta pelas pessoas no dia a dia da cidade.

“Desde 2013 o Bike Anjo já realiza essa atividade no Dia de Bike ao Trabalho. É uma conscientização, um dia internacional que celebramos essa ação, com mais uma lembrança de uma atividade que luta bastante para ter visibilidade durante todo o ano, que é incentivar as pessoas a usarem a bicicleta no dia a dia, para o trabalho, atividades como compras e estudo. Nesta edição, organizamos pequenos grupos com os servidores seguindo todos os protocolos. Fizemos saídas de Icaraí, Santa Rosa e Região Oceânica. O Bike Anjo faz esse trabalho de acompanhamento das pessoas no trânsito, basta acessar bikeanjo.org. A gente fica muito feliz em poder contribuir com uma ação desse tipo coordenada pela Prefeitura”, ressaltou.   

Aos 72 anos, o servidor municipal da área de Saúde, Miguel Chaves, é outro adepto da bicicleta, e no Dia de Bike ao Trabalho optou por vir acompanhando um dos grupos guiados pelo Coletivo Bike Anjo Niterói. Morador do Ingá, ele usa a bicicleta para o lazer e também para o trabalho.“Quando estou trabalhando em unidades hospitalares no Centro, venho sempre de bike. Tenho o hábito de passear de bicicleta nos fins de semana. A cidade avançou bastante no que diz respeito à malha cicloviária, mas ainda há bastante a ser feito. O bicicletário Araribóia, por exemplo, é uma grande conquista para os ciclistas. Quis vir com o grupo hoje porque acho muito importante essa interação, essa parceria de incentivo para o uso da bicicleta”, pontuou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support