Equipe da Sala Lilás recebe capacitação em libras para aprimorar o atendimento

A Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres (Codim), em parceria com a Secretaria Municipal de Acessibilidade, realizou uma capacitação em Libras (Língua Brasileira de Sinais) para as servidoras da Sala Lilás. A capacitação faz parte de um pacote de ações de inclusão para melhorar o acesso aos serviços para mulheres com necessidades especiais. O workshop de Libras foi ministrado pelas intérpretes Drielle Hipólito e Janete Flores, com a participação da diretora geral da Secretaria de Acessibilidade, Carol Basílio.


Além da capacitação, a Sala Lilás recebeu doações de brinquedos arrecadados pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Niterói, através da equipe da Comissão de Assistência às Vítimas de Violência Doméstica. Os brinquedos serão utilizados no primeiro contato com as crianças na brinquedoteca, onde elas conversam com a profissional que instrui sobre o procedimento que será realizado.

“As capacitações enriquecem cada vez mais o nosso trabalho e estamos muito satisfeitos com os avanços conquistados. Além disso, também estamos muito felizes e gratas com as doações dos brinquedos feitas pela OAB Niterói. Essa ação firma os laços com a nossa coordenadoria e contribuirá para o atendimento das crianças”, afirmou Fernanda Sixel, coordenadora da Codim.

A presidente da Comissão de Assistência às Vítimas de Violência Doméstica da OAB Niterói, Eliana Barboza, pontuou que as ações são fruto de uma parceria muito sólida com a Codim.

“Esse trabalho procura proporcionar, especialmente às crianças que são direta ou indiretamente afetadas pela violência doméstica, momentos que amenizem o infortúnio pelo qual passam. Graças ao trabalho da Codim tem sido possível dar amparo às vítimas de violência doméstica, como forma de reintegrá-las à sociedade”, disse Eliana.

A Sala Lilás foi inaugurada em agosto do ano passado e recebe mulheres e crianças que foram vítimas de violência física ou sexual, bem como qualquer outro tipo de abuso, e que passaram pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). O local é equipado para realizar exames periciais e possui uma equipe multidisciplinar formada por enfermeiras, assistente social e psicóloga, capacitada para acolher e promover um atendimento especializado e o acompanhamento de meninas e mulheres durante a realização dos exames.
O Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), também recebeu a capacitação, no final de maio, e participou da última aula do treinamento com a equipe da Secretaria de Acessibilidade.

A Codim foi o primeiro equipamento público a distribuir tablets assistivos nos seus equipamentos de atendimento como a Sala Lilás e o Centro Especializado de Atendimento à Mulher. Além disso, o Ceam está passando por uma ampla reforma, revitalizando todos os espaços e tornando acessíveis com a implantação de rampas, piso tátil e a construção de um banheiro adaptado para mulheres portadoras de deficiência locomotora.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support