Renovação do Niterói Presente poderá incluir bases fixas para ampliar esquema de policiamento

Prefeitura e Governo do Estado já estudam melhorias para a renovação do contrato, que acontecerá no mês de agosto

O programa Niterói Presente, completa quatro anos em dezembro, será renovado no mês de agosto e deverá ganhar um reforço que permitirá a ampliação das ações estratégicas dos agentes de campo. A Prefeitura de Niterói e o Governo do Estado estudam a possibilidade de implantação de bases fixas de apoio às equipes, começando pela Região Oceânica, local geograficamente mais amplo beneficiado pelo programa até o momento. Desde a sua implantação, já foram 2.752 ocorrências atendidas com sucesso, 667 foragidos da justiça foram retirados das ruas através de abordagens, 239 pessoas foram presas em flagrante por furto, e 231 por posse e uso de entorpecentes, entre outras ocorrências.

Para garantir a permanência dos agentes do Programa Segurança Presente nas ruas da cidade, o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, e o subsecretário do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, coronel Maurício Santos de Moraes, reuniram-se na manhã desta sexta-feira (25), no Palácio Guanabara, com o coronel Lima Freire, superintendente-geral de operações da Secretaria de Governo para alinhar os termos do novo contrato.

O coronel Paulo Henrique Moraes, responsável pelo convênio entre a prefeitura com o governo do estado, disse que os objetivos do programa estão sendo alcançados com muito sucesso e total apoio da população, o que justifica a renovação.

“Quando iniciamos um projeto, buscamos mudanças positivas. Resultados que justifiquem todo o trabalho e os recursos dispendidos. Em cada renovação desde a sua implantação buscamos melhorar ainda mais a forma de atuação. A manutenção do programa é responsabilidade da Prefeitura, enquanto a estratégia de policiamento é atribuição do governo do estado. Tudo isso é feito através de uma análise criteriosa e acompanhamento da mancha criminal. Para esse novo contrato, estamos estudando a implantação de bases fixas para dar mais suporte aos agentes, o que deverá ocorrer, primeiramente, na Região Oceânica, uma área grande de cobertura do programa. O importante é continuarmos alcançando os objetivos”, explicou Paulo Henrique.  

Os programas Niterói Presente e Proeis são resultado de convênios da Prefeitura de Niterói com o Governo do Estado, em que o município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis.

Os programas pagos pela Prefeitura colocam, em média, 448 homens por dia nas ruas patrulhando a cidade com um investimento municipal de cerca de R$ 137 milhões por ano. Atualmente o Niterói Presente atua nos bairros de Icaraí, São Francisco, Jurujuba, Charitas, Centro, Fonseca, Barreto, Santa Rosa, além da Região Oceânica. Com a atuação em turnos diferenciados em polígonos traçados estrategicamente, o programa permite que a Polícia Militar possa atuar em outras áreas e em ações de maior potencial ofensivo de combate à criminalidade.

“A Prefeitura de Niterói é parceira da operação e temos o objetivo de renovar o contrato para proporcionar uma segurança de qualidade aos moradores e visitantes do município. Trabalhamos para oferecer segurança diferenciada com policiais capacitados e treinados na metodologia de policiamento de proximidade” reforçou o superintendente-geral de operações da Secretaria de Governo, Coronel Lima Freire.

Uma das marcas do Programa Niterói Presente é a integração com a população, em um trabalho de polícia de proximidade. Mediadores interagem com moradores através do WhatsApp. Todos os bairros tem um grupo para ajudar a população e agilizar determinadas ocorrências. O grupo segue regras específicas, e são vedados assuntos que não se relacionem à segurança pública.

“A integração e a política de aproximação com a população são fatores preponderantes. Os moradores confiam nos nossos agentes, que se integram ao apoio do Cisp (Centro Integrado de Segurança Pública) com as câmeras operadas por Guarda Municipal e o apoio dos nossos operadores no local. É um trabalho que cresce a cada dia e, com isso, a Polícia Militar pode agir em outras áreas da cidade. Além de retirar foragidos das ruas e efetuarmos prisões em flagrante também estamos sempre prontos para dar apoio a população em diversas questões”, detalhou Wellington Moreira, coordenador do Programa Niterói Presente.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support