logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Ruas do PAC da Urbanização do morro da Cocada serão concluídas em julho PDF Imprimir E-mail

Durante visita à obras na cidade, prefeito diz que término da obra de centro esportivo e cultural de Jurujuba deverá ocorrer no fim de agosto

 

 

Durante uma série de visitas à obras na cidade na manhã e tarde desta sexta-feira (27/6), a Prefeitura de Niterói nunciou para julho a conclusão de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Urbanização no morro da Cocada, na região de Pendotiba,  e a previsão para agosto da finalização do Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs), em Jurujuba. O prefeito também falou sobre melhorias no Terminal Rodoviário João Goulart, no centro.

 

A primeira visita ocorreu nas obras da UMEI (Unidade Municipal de Educação Infantil) Jacy Pacheco, na comunidade do Maruí Grande, no Barreto, prevista para ser inaugurada em agosto. Será a décima creche inaugurada pela nova administração da Prefeitura, um número maior do que os últimos 15 anos.

 

Vai oferecer 360 vagas (200 para o ensino fundamental e 160 para a educação infantil) e contará com salas climatizadas, duas quadras, sala de recursos, sala multimeios, sala de artes, laboratório de ciências e funcionará em período integral. O investimento é de R$ 4,5 milhões.

 

“Essa UMEI do Barreto integra o objetivo estratégico da Prefeitura de fazer de Niterói a primeira cidade da região metropolitana em que nenhuma criança de três a seis anos no período da educação infantil fique fora da escola. Isso tem um significado poderoso na prevenção à violência e na construção de um caminho de maior prosperidade nas comunidades de Niterói. Tudo isso está sendo possível graças à parceria com o governo federal por meio do programa Brasil Carinhoso e também com o governo estadual já que municipalizamos esse Ciep no Barreto, que estava abandonado há dez anos”, disse o prefeito da cidade, que estava acompanhado dos secretários municipais de Educação, Flávia Monteiro de Barros,Participação Social, Anderson Rodrigues, Obras, Domício Mascarenhas, o presidente da Famnit (Federação das Associações de Moradores de Niterói), Fabiano Maia, o chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Niterói, Paulo Bagueira, Bernardo Barros, os presidentes das associações de moradores do Maruí Grande, Pedro Crisólogo, e da Leopoldina, Antônio Caetano, e o administrador regional do Barreto, Pílades Mattos.

 

Cocada

 

A segunda visita ocorreu nas obras do PAC da Urbanização do morro da Cocada. Para o início de julho, estão previstas a conclusão da rua Guilhermina Bastos e da subida à escadaria do Pocinho, e para o fim do mês, da rua Mato Grosso, que está sendo recapeada. A comunidade ainda terá rio canalizado, melhorias em 80 habitações, rede de drenagem, quadra e creche. A previsão é de conclusão é o primeiro semestre do ano que vem.

 

“A obra ficou parada há cinco anos.  Vamos inaugurar as principais ruas de acesso em julho. A comunidade durante décadas conviveu com a lama e o esgoto na porta de casa”, disse o prefeito.

 

A dona de casa Mariesele Souza Cruz, de 78 anos, que mora na comunidade há 44 anos, disse estar muito satisfeita com a obra e aguardava há anos por melhorias. Segundo ela, as ruas estavam cheia de mato, buraco e esgoto passando.

 

Jurujuba

 

O prefeito esteve também em Jurujuba, acompanhando o andamento das obras do CEUs. Estão sendo concluídos os blocos 1 e 2, onde funcionarão biblioteca, CRAS, teatro, sala de multimídia. A concretagem da pista de skate está prevista para a próxima semana. O centro terá ainda pista de caminhada, quadra poliesportiva coberta e playground. O investimento é de R$ 3,5 milhões do governo federal e da Prefeitura.

 

“Essa obra ficou parada durante cinco anos e praticamente começamos do zero. Jurujuba ficou muito tempo abandonada. Nos últimos meses, levamos água para o bairro e investimos R$ 1 milhão em novo asfalto”, explicou.

 

No início da tarde, o prefeito foi até o Terminal Rodoviário João Goulart, no centro, com os secretários municipais de Ordem Pública, Marcus Jardim, de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, do presidente da NitTrans, coronel Paulo Afonso, e do presidente da Suten ( Superintendência de Terminais e Estacionamentos de Niterói), Murilo Moreira.

 

O prefeito falou sobre as melhorias feitas no Terminal pela nova administração municipal como a integração com o Caminho Niemeyer, a retirada de barracas no caminho para as plataformas que facilitou a mobilidade e a circulação, além de ações de conservação e limpeza.


Disse que novas iniciativas serão realizadas, como a implantação de um Centro de Cidadania Digital e melhoria no posto de atendimento da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.


“O Terminal João Goulart atende a cerca de 500 mil pessoas por dia, é o de maior movimentação do Estado do Rio de Janeiro. Nos últimos 16 meses, foram implementadas uma série de ações e tudo feito mesmo com a extinção da Niter ( Niterói Terminais Rodoviários ). Desde o início, eu dizia que era desnecessário manter dezenas de funcionários ao custo de milhões de reais por ano aos cofres públicos para administrar um terminal se já existia uma concessionária responsável por isso. E temos hoje a Suten, que tem uma estrutura enxuta. Extinguimos a Niter, reduzimos custos desnecessários e o serviço ao cidadão e a conservação melhoraram”, afirmou.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ