logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SEMUG


Início
Prevenção contra deslizamentos: Prefeitura realiza primeiro simulado de evacuação de área e resgate de feridos PDF Imprimir E-mail

Ação ocorreu no bairro de Santa Bárbara, na Zona Norte

evacuacao

29/11/2014- A Prefeitura de Niterói realizou na manhã deste sábado (29/11) o 1º Simulado de Alerta e Alarme da Defesa Civil. A ação ocorreu no bairro de Santa Bárbara, na Zona Norte da cidade.

 

 

Neste simulado, as sirenes foram acionadas por volta das 10h30. Junto com o som do  alerta, uma mensagem dizia que havia risco de deslizamento na área e pedia à população que se abrigasse em um local seguro ou se dirigisse a um ponto de apoio que foi montado na praça principal do bairro.

Equipes da Defesa Civil com apoio de escoteiros e integrantes do Nudec (Núcleos da Defesa Civil em Comunidades) foram espalhadas por nove pontos de Santa Bárbara para orientar os moradores e levá-los até o local de apoio onde eles fizeram uma simulação de cadastro com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

Foram feitas simulações de resgates de feridos que receberam atendimento imediato de ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levados para a base de apoio. Lá, as vítimas passaram por uma triagem simulada. As indicadas como mais graves foram encaminhadas para um posto médico avançado.

O vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, acompanhou a ação e destacou a importância do evento para a cidade.

"Uma simulação como essa é muito importante. Ela faz com que nós experimentemos situações do mais real possível. Mesmo com todo planejamento, na simulação você pode identificar problemas que aparecem em situações de emergência. Vamos fazer isso sistematicamente, em outras comunidades. Na hora em que o problema surge, não podemos ter improvisos. Exercícios como esse de hoje podem ajudar a salvar vidas", opinou.

O subsecretário municipal de Defesa Civil, major Walace Medeiros, disse que o simulado foi uma escola. Segundo ele, a Prefeitura tem hoje aparato pronto para atuar em situações de emergência, coisa que não ocorria no passado.

"O município nunca tinha passado por um exercício como esse. No passado, quando ocorria um desastre, a Prefeitura não tinha um aparato pronto para atender as pessoas. Isso é uma mudança  também de cultura porque as pessoas não tinham ensinamentos de prevenção contra desastres. Fizemos hoje um simulado prático de evacuação de área em uma região que foi mapeada e e que possui riscos. Simulamos também algumas vítimas com vários tipos de trauma. Acionamos todos os órgãos da Prefeitura e tivemos o apoio de voluntários. Tudo isso serviu de termômetro. A partir desse, vamos formar um painel e avaliar o que deu certo e errado para nos aprimorarmos", explicou.

Durante o simulado de resgate na chamada zona quente (local onde ocorreu o desastre), cada vítima foi classificada em um cor (preta, vermelha, amarela e verde), de acordo com a gravidade dos ferimentos. Essa classificação poderia mudar depois que o ferido passasse pela triagem na base de apoio.

Além da participação de várias secretarias municipais (Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos, Acessibilidade, Educação e Ordem Pública), a ação teve o apoio de escoteiros, Samu, Cruz Vermelha, UFF (Universidade Federal Fluminense), Anjos da Vida e radioamadores.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ