logo


Início
Prefeitura apresenta novos projetos do planejamento estratégico PDF Imprimir E-mail

09/06/2017 – Ouvir a sociedade para elaborar um planejamento estratégico de médio e longo prazo para a construção de uma Niterói mais sustentável e inclusiva. Esse foi o objetivo da reunião realizada na noite desta quinta-feira (8), que reuniu o prefeito Rodrigo Neves, secretários e empresários, na Zona Sul da cidade. O encontro marcou o início de um ciclo de reuniões para apresentar a nova carteira de projetos estruturadores ligados ao plano Niterói Que Queremos para o período de 2017 a 2020.

 

“Temos alcançado importantes conquistas para a cidade que são fruto do investimento em modernização e de uma gestão responsável e comprometida com o desenvolvimento de Niterói. Através de uma conjunto de medidas como a redução de 35% dos cargos comissionados, que possibilitou uma economia de R$ 20 milhões, a retirada do subsídio dos juros do IPTU, além de ações relacionadas à questão previdenciária, temos conseguido resultados muito positivos, e ao contrário de muitas cidades, estamos conseguindo tirar obras importantes do papel e manter os salários em dia. Esta foi a primeira de cinco reuniões que faremos com diversos setores, onde também serão coletadas ideias e opiniões que poderão ser incorporadas ao projeto. Vamos validar a carteira de projetos e faremos o lançamento no fim deste mês”, afirmou o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, no evento que reuniu empresários da Associação Conselho Empresarial e Cidadania (Acec).

O Niterói Que Queremos é um plano estratégico formulado para pensar a cidade nos próximos 20 anos, preparando-a para os desafios atuais e futuros. A coordenadora do Núcleo de Gestão Estratégica, Gláucia Macedo, explicou que a primeira rodada do plano, referente ao período 2013-2016, que contou com 32 projetos, foi encerrada. Agora o Município está apresentando a nova carteira, que conta com 34 iniciativas, para diversos segmentos da sociedade. De acordo com Gláucia, entre as ações propostas para a nova etapa estão a segunda fase da TransOceânica com a implantação do BHS, melhorias no transporte público, ampliação e modernização da maternidade municipal Alzira Reis, criação do programa Remédio em Casa, a implantação de 100 quilômetros de malha cicloviária, sendo 57 quilômetros apenas na Região Oceânica, ações de prevenção a ocupação irregular e a modernização da Praça Arariboia.

A secretária de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle, Giovanna Victer, explica que os projetos estruturadores são divididos em sete áreas. “Com todas essas ações e propostas estamos buscando o melhor caminho para aproximar a gestão pública da sociedade. Foram realizadas pesquisas e reuniões com a participação de mais de cinco mil pessoas para a elaboração do projeto Niterói que Queremos”, enfatizou.

O presidente da Acec, Joaquim Andrade, fez questão de ressaltar sua satisfação com atual gestão municipal. “É possível ver que estamos tendo uma gestão bastante responsável na cidade e isso faz enorme diferença, trazendo ânimo e vontade para investirmos em Niterói. Percebemos um governo empenhado em fazer e buscar o melhor para a cidade. Temos obras e propostas importantes em andamento e não tivemos greves no município. O governo não é promotor de riqueza, ele tem que ser o indutor do crescimento, cuidando e organizando a cidade”, disse.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ