logo

logo logo logo Colab

Início
Niterói sedia seminário sobre democracia e gestão pública PDF Imprimir E-mail

01/09/2018 – O prefeito Rodrigo Neves participou, ao lado do presidente do Instituto Novos Paradigmas (INP), Tarso Genro, da abertura do seminário “Democracia e Gestão Pública no Século XXI”, mediada pela jornalista Luciana Barreto, no Teatro Popular Oscar Niemeyer, no Centro de Niterói, na noite de sexta-feira (31). O seminário, que contou com a conferência do sociólogo português Boaventura Sousa Santos e os painéis “Participação e democracia no século XXI” e “Cidades inteligentes e desenvolvimento econômico local”, foi promovido pela Prefeitura de Niterói, em parceria com o INP.

 


“Espero que esse seminário, com a presença de um sociólogo tão importante como o Boaventura Sousa Santos, nos ajude a iluminar o contexto dramático que estamos vivendo no nosso país. Em Niterói, temos trabalhado com uma visão progressista de gestão e, apesar dos desafios que persistem, estamos alcançando resultados positivos mesmo no contexto de um país desigual e com elevada pobreza como é o Brasil”, disse Rodrigo Neves.

O prefeito destacou que o objetivo do evento foi promover um ambiente de diálogo em torno dos principais desafios da gestão pública na atualidade, reunindo diferentes visões sobre a administração pública em suas várias esferas.

“A obra do Boaventura, sobretudo nos últimos quinze anos, vem orientando e construindo novos pressupostos epistemológicos para analisar a crise da política, para discutir o pacto democrático e  para construir uma nova e melhor vida comum, mais democrática. Este é um longo e difícil caminho, mas o Boaventura mostra na obra dele que, se não for esse o caminho, o destino é a barbárie”, analisa Tarso Genro, do INP.

O sociólogo discorreu sobre a cada vez menor compatibilidade da democracia, tal qual foi constituída no século passado, com o sistema do capital e também sobre a necessidade de resgatar o sentido libertário da democracia nas suas origens modernas.

“A emergência de um fascismo pós-moderno é a resposta da barbárie à crise dentro do capitalismo. Já a nossa resposta é mais democracia e mais participação", destacou Boaventura.

Painéis – Neste sábado (1º), foram realizados painéis do auditório do Caminho Niemeyer com a presença de especialistas, pesquisadores, gestores e ativistas. Com o objetivo de refletir sobre as possibilidades democráticas abertas pela comunicação digital, movimentos sociais organizados em rede e pelas mudanças na sociedade, foi realizado o debate “Participação e democracia no século XXI”. O evento contou com a mediação do secretário Executivo de Niterói, Axel Grael, e participação da professora da UNB, Christiana Freitas, do jornalista Renato Rovai, da Revista Fórum, e do especialista em Governo Aberto do Banco Mundial, Tiago Peixoto.

Os instrumentos de gestão inteligente das cidades e as possibilidades para o desenvolvimento econômico local foram os temas abordados no painel “Cidades inteligentes e desenvolvimento econômico local”, mediado pela secretária municipal de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle, Giovanna Victer, que teve a presença de Bruna Santos, especialista nas áreas de Governo Aberto, Gestão Pública e Inovação Aberta pela Universidade de Columbia, e dos economistas Eduarda La Rocque (Usina do Pensamento) e Leonardo Muls (UFF).

 

 
campo 110 anos
Niterói Cervejeiro

PMUS

ouvidoria


Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ