logo

logo logo logo Colab

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações Sexec

Licitações SEMUG


Início
Secretaria de Educação de Niterói tem programação especial na Bienal do Livro PDF Imprimir E-mail

02/09/2019 - Rodas de conversa, mesas de debate, lançamentos de livros, palestras, contação de histórias, oficina de ilustração. Tudo isso está na programação da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Semect) e da Fundação Municipal de Educação (FME), que participam da 19ª Bienal do Livro, no Riocentro, até o próximo dia 8. O estande da Semect/FME fica no pavilhão Laranja. Desde o dia 30, quando começou a feira, até esta segunda-feira (2), o espaço já recebeu cerca de três mil estudantes da rede municipal de ensino de Niterói.


A secretária municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Flávia Monteiro, ressaltou a importância do acesso à leitura em suas diversas formas.

“Organizamos uma programação variada, com formações de professores, contação de histórias, divulgação de trabalhos autorais dos profissionais da rede e de escritores da cidade. Queremos contribuir para a formação de leitores críticos e cidadãos participativos”, disse Flávia Monteiro.

Nesta terça-feira (3), as atividades começam às 10 horas, com a palestra “Refugiadas: Uma luta pela paz com rosto de mulher”, que terá a participação da jornalista, escritora e ativista pela paz, Lucia Helena Issa. Às 13h, acontece a mesa de debates “Literatura, negritudes e intelectualidade: saberes transgressores”, com Angeli Rose do Nascimento, PhD em Educação. Das 15h às 17h, a autora dos livros “Amo amar você” e “Um raiar de sol em amor”, Solange da Silva Figueiredo promove a roda de conversa.

Haverá também performances poéticas e lançamentos com mediação do poeta, jornalista, escritor e produtor cultural, Sergio Gramático Jr., a partir das 20h. O evento terá a participação de Beto Travassos (Alma & poesia - declamadas e cantadas); Regina Alves (A Flora que aflora a alma); Ricardo Mendes (Wandalismo) e Jorge Piri (O sorriso da lua). Neste dia acontecerá ainda o lançamento dos livros “Cartas ao pequeno Theo”, de Leonardo Simões, às 11h; “Pura, puxa, puta: poesia!”, Anabelle Loivos Considera, às 17h; e “Virtudes Poéticas com Aroma de Verso”, de Virgolino Lima e Giselda Camilo, às 18h30.

No dia 4, a programação terá início com contação de história, comandada pela escritora Helena Lima, às 10h. Em seguida, haverá roda de conversa com o tema “Diário de Poesia”, na qual participarão Renato Cardoso, Ivone Rosa, entre outros poetas. Às 13h, terá mais contação de histórias e oficina de ilustração sobre autobiografia familiar, coordenadas por Gisett Lara e Fernanda Mello. Às 14h30, será a vez da roda de conversa “Cinema, Literatura e memória: Telas, Letras afetos”, com Monica Klemz, Fernanda Mello e Gabriel Cid.

As atividades prosseguem com lançamento de livros infantis “Selo Candinho”, com Lourdes Maria, Sandra Barros, Vida Oliveira, Luciano Nascimento e Kali Correia, a partir das 16h. Em seguida, o lançamento de “Prática, pesquisa e formação docente: narrativas do PIBID Pedagogia UFRJ”, com Giseli Barreto da Cruz. Às 20h, terá lançamento e sarau “Palavreiras: língua de fora”, com Angeli Rose do Nascimento.

Já no dia 5, às 10h, a mesa de conversa e o lançamento do livro “Etnomatemática: dinâmicas e desafios”, de Adriano Vargas Freitas e Maria Cecilia Fantinato, marcam o início da programação. A atividade terá a mediação de Nice Oliveira. A contação de histórias estará de volta a partir das 13h30, com Daeniele Fritzen e Renato Badeco, em “A Cabana de Histórias”, com cenário de Maurício Meneses e produção executiva de Angélica Crispino. Às 16h30, será a vez da apresentação do Grupo Moisacando Histórias.

Débora Moreno faz seu lançamento “Lolita braço de fita”, às 17h, e às18h, acontecerá a mesa “A poesia em tempos loucos”, com Felipe Ribeiro, Yasmim Medeiros, Rafael Zveiter e Jean Cândido Brasileiro. Em seguida, a roda de conversa “O teatro que se lê”, com Suzana Nascimento, Alamo Faco e Daniel Dias da Silva. As atividades terminam com o lançamento do livro Corações (in)versos e sarau com a participação de professores poetas da rede municipal de Educação de Niterói.

O início das atividades do dia 6 será marcado pelo lançamento do Catálogo de Materiais Acessíveis: Recursos Didáticos para o ensino inclusivo e a divulgação científica na escola, de Marcia Cristina Troly da Silva, às 10h. A mediação será de Marcia Pombo. “Descobrindo Niterói” será o tema da contação de histórias com Glória França, às 10h30. O presidente da FME, Bruno Ribeiro, será o mediador do debate “Competências e atribuições dos municípios na educação”, que terá ainda a participação de Fernando Peres e Lorena Ribeiro, às 11h. Com o tema “Formação de Professores para uma educação plural e democrática: narrativas, saberes, práticas e políticas educativas na América Latina”, Luiz Fernando Conde Sangenis faz seu lançamento às 13h30.

A temática indígena terá espaço na programação, a partir das 15h. Os temas “Memórias e Patrimônios Indígenas” e “A casa Tamipriki: Patrimônio indígena Katxuyana” serão abordados por Adriana Russi, Regina Abreu, José Ribamar Bessa Freire e Cristina Campos. “As Relações Étnico-Raciais e Currículo” será o tema da mesa que começa às 16h, com Cristiane Gonçalves de Souza e autores. Às 18h, acontecerá a roda de conversa “Minicontos: uma tendência?”, com César Manzolillo. O poeta, ator, jornalista, diretor teatral e sociólogo, Sady Bianchin, encerra a programação deste dia com a performance “Passaporte Poético e Memórias de Fogo”.

No sábado (7), penúltimo dia de evento, a partir das 10h, o Instituto JCA promove o lançamento de “Fortalecendo Trajetórias: novos caminhos para jovens talentos”. Às 13h, será a vez de “Cuidado e educação: uma abordagem fenomenológico-hermenêutica”, com lançamento comandado pelo psicólogo clínico e doutor em educação, Crisóstomo Lima do Nascimento. Lucília Dowslley será a responsável pelo sarau e lançamento de “Um Brinde à Poesia”.

Com o tema “Sertão, selva e letra: Euclides da Cunha em atravessamentos”, Anabelle Loivos Considera, conduz a roda de conversa que começa às 17h30. “A sociedade dos poetas vivos” será o tema da mesa comandada por Igor Calazans, às 19h. A programação termina com os lançamentos de “Gritos submersos”, de Lili Balonecker, e “Heteronímia maldita”, de Jorge Eduardo Magalhães, às 20h e 21h, respectivamente.

No domingo (8), último dia de evento, a Semect/FME se despede da Bienal do Livro com uma programação repleta de lançamentos e projetos coordenados por professores da rede municipal de ensino. Às 12h, será a vez de “Chapeuzinhos de todas as cores e os lobos famintos a caminho da pizzaria”, coordenado por Carmem Martins, e às 13h, “O desafio de educar 2: A educação é a base para um mundo melhor”, comandando por Danielle Barreto e Lívia Marques.

A programação contará ainda com o lançamento de “Meus amigos super-fantásticos”, de Cecilia Araújo, às 10h, e às 11h, haverá a contação de histórias “Tem um mato no seu sapato”, com Gustavo Lemos Smis. A roda de conversa com autores do livro “A Formação do leitor-autor e a leitura literária na escola”, será às 14h. O lançamento de “Fanzine SerMentes” reunirá diversos autores e poetas a partir das 15h. A roda de conversa “Café literário com a Academia”, que começa às 16h30, terá a participação de autores que já passaram pelo estande nos dias de evento. Encerrando as atividades, a mesa “Poesia Visual Contemporânea”, com o escritor, artista visual Tchello d'Barros, acontecerá às 18h30, e o lançamento de “Ilustração de olhos fechados - Pintando versos, com Beatriz Cecchetti, às 20h.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ