logo

logo

Licitações FeSaúde

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações SMEL

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Plano de transição gradual para a nova normalidade começa nesta quinta-feira PDF Imprimir E-mail

20/05/2020 - Niterói inicia, nesta quinta-feira (21), um plano de transição gradual para a nova normalidade. Neste primeiro momento, será reaberta a janela para atividades como óticas, lojas de materiais de construção, oficinas mecânicas e de bicicletas, atividades da construção civil, serviços médicos, odontológicos e de fisioterapia. As regras de restrição de circulação e isolamento social serão mantidas até 30 de junho e continuam liberadas as atividades essenciais que estão em funcionamento nas últimas semanas, como mercados e supermercados, farmácias, padarias, pet shops e postos de combustíveis. Todas essas atividades deverão seguir as novas regras de higiene e de ocupação do espaço físico, para reduzir o risco para clientes e funcionários.

A prática de exercícios físicos individuais na orla também será autorizada das 6h às 9h e de 16h às 22h para pessoas até 60 anos. Idosos acima de 60 anos poderão fazer atividades físicas entre 9h às 11h.

Em vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, o prefeito Rodrigo Neves explicou que o plano de transição gradual para a nova normalidade foi desenvolvido por um grupo de trabalho, que contou com a participação de técnicos da Prefeitura e especialistas do meio acadêmico. De acordo com Rodrigo Neves, o plano é baseado na ciência e nas melhores experiências internacionais. E, para isso, foram levados em conta critérios como a taxa de transmissão da Covid-19 na cidade, taxa de letalidade e a retaguarda de leitos.

O prefeito enfatizou que a dinâmica de todo esse processo será condicionada pelo comportamento dos cidadãos e também pelo ciclo da epidemia. Caso seja necessário, poderá retroceder a estágios de restrição mais rígidos.

“Só foi possível planejar esta transição para um novo normal porque Niterói adotou um conjunto de medidas de proteção social e retaguarda da saúde”, ressaltou o prefeito. “Entre as medidas, destacam-se a sanitização de vias e comunidades, a testagem rápida da população, a abertura do centro de referência de quarentena, foco em vigilância epidemiológica, barreiras sanitárias, protocolo de aferição de temperatura, contratação de mais de 1.300 profissionais de saúde, ampliação de leitos, distribuição de máscaras e obrigatoriedade do uso deste equipamento de proteção nas ruas. Essas medidas achataram a curva de evolução da Covid-19 na cidade, diminuíram a procura por unidades de saúde e, consequente, redução na ocupação de leitos, fazendo com que a cidade tivesse a menor taxa de letalidade na Região Metropolitana do Rio”, frisou ele.

O chefe do Executivo reforçou, ainda, que será criado um comitê científico de acompanhamento do plano de transição gradual para a nova normalidade. Esse comitê será presidido pelo reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, e terá a participação de especialistas da universidade, da UFRJ e da Fiocruz.

“É importante frisar que não se trata de uma flexibilização ou afrouxamento das medidas de restrição da circulação. Em Niterói, fizemos o dever de casa. Graças à disciplina e perseverança dos cidadãos no isolamento social e às medidas inovadoras da Prefeitura, que foram reconhecidas nacional e internacionalmente, será possível iniciar o programa de transição gradual das atividades para uma nova normalidade. Com as medidas restritivas, a taxa de isolamento social em Niterói chegou a quase 90% do desejável”, enfatizou Rodrigo Neves. “Apesar de estarmos iniciando o plano de transição para o novo normal, a cidade vai permanecer em isolamento social e com bloqueios em seus acessos. A fiscalização nos acessos com municípios vizinhos será mantida, inclusive com a aferição da temperatura de todos os ocupantes dos veículos”, frisou.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, lembrou que será usado um sistema de cores para identificar estágios de combate ao novo coronavírus e níveis de restrição de circulação e isolamento social que serão colocados em prática. Os estágios terão as cores roxa (situação extremamente grave da pandemia, quando há a necessidade de lockdown), vermelho (situação muito grave, com restrições de circulação mais rígidas – estágio atual), laranja (atenção máxima) e amarelo (alerta). O sinal verde só deverá ser adotado quando estiver disponível uma vacina contra a Covid-19.

“Com muita responsabilidade, cuidado e compromisso com a vida é que estamos vencendo essa batalha contra o novo coronavírus. Iniciamos, agora, uma nova etapa, uma nova fase da resposta. É importante dizer que o plano é uma medida de transição gradual para esse novo normal e vamos precisar nos acostumar com o sistema de cores que indicará em que estágio da doença estamos. Esse sistema de sinais de cores foi construído baseado nos indicadores da Saúde”, disse o secretário.

Durante o vídeo, o prefeito afirmou que shoppings, centros comerciais, bares e restaurantes continuarão fechados, assim como escolas e universidades. Parques e praças também não serão abertos e a orla será liberada apenas para atividades físicas individuais, continuando proibida a aglomeração de pessoas e a prática de esportes coletivos. Mercados e supermercados devem respeitar o horário específico para atendimento a idosos, entre 13h e 15h.

“A partir desta quinta-feira continuam fechadas praticamente todas as atividades que tenham aglomeração de pessoas. É importante que o cidadão compreenda que nós vamos conviver durante meses com uma situação difícil de restrição das atividades. Neste momento, o objetivo é a gente dar um sopro de vida para além do confinamento e ao mesmo tempo poder fazer com que o cidadão mantenha a aderência ao isolamento social”, disse o prefeito.

O secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique Moraes, frisou que a partir desta quinta-feira o uso de máscaras permanece obrigatório, com possibilidade de multa administrativa para quem não estiver usando a proteção nas ruas, dentro de estabelecimentos com atividades liberadas pelo município e durante a prática de atividade física individual.

“É fundamental também que se respeite o distanciamento social durante os exercícios na orla. Os estabelecimentos que não estão autorizados a funcionar devem continuar respeitando as normas. Caso o cidadão veja alguma irregularidade nas ruas, pode acionar o Cisp (Centro Integrado de Segurança Pública) pelo número 153”, pontuou.

Medidas econômicas e sociais - A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, informou que serão entregues, entre os dias 25 e 27 de maio, os cartões para os microempreendedores individuais do município que estão com inscrições ativas no cadastro da Secretaria Municipal de Fazenda, residam no município, e tenham solicitado, entre os dias 8 e 14 de maio, a adesão ao programa para o recebimento de um auxílio de R$ 500, por três meses, através de um cartão de compras. Até a sexta-feira (22), os MEIs cadastrados receberão um aviso por e-mail sobre o dia, horário e local para retirarem seus cartões. Também será possível fazer a consulta no site da SMF.

As empresas que se cadastraram na repescagem do programa Empresa Cidadã 1 receberam nesta quarta-feira (20) o depósito para o pagamento dos funcionários indicados no momento da adesão. Pelo programa em que o poder público municipal vai fazer o pagamento de um salário mínimo, por três meses para até nove empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com até 19 funcionários e alvará na cidade. Como contrapartida, as empresas se comprometem a não reduzir seu número de funcionários até seis meses após a adesão ao programa.

Além disso, ficam abertas até o próximo dia 26 (terça-feira) as inscrições para o cadastro do Empresa Cidadã 2, que vai preservar 5 mil postos de trabalho de empresas com até 40 funcionários. A nova etapa do programa, que terá inscrições até o dia 26, vai incluir clubes e entidades filantrópicas de Niterói, que terão o auxílio no pagamento de até 20 funcionários, sem número máximo de empregados. A inscrição pode ser feita no site: https://www.empresacidada.niteroi.rj.gov.br/.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael, lembrou que nesta quarta-feira (20) foi efetuado o segundo crédito para os beneficiários do programa assistencial Renda Básica Temporária, inscritos no CadÚnico e que têm a primeira letra do nome de N até Z. Já aqueles que foram incluídos na segunda etapa do programa – famílias de alunos da rede municipal de ensino não inscritas no CadÚnico – e receberam seus cartões até a última sexta-feira (15), o crédito será feito nesta quinta-feira para quem tem nome iniciado por letras de A a J. No dia 22, iniciais de K a Z.

O pagamento dos benefícios sociais emergenciais Renda Básica Temporária e Busca Ativa foi prorrogado até dezembro deste ano. Por meio destes programas, famílias niteroienses que mais precisam recebem um auxílio de R$ 500 por mês. Niterói foi a primeira cidade da Região Metropolitana a adotar medidas sociais e econômicas para reduzir os impactos provocados pela crise do novo coronavírus. Cerca de 50 mil famílias niteroienses estão sendo atendidas pelos programas sociais emergenciais.

Boletim – De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (20), Niterói tem 1.488 casos confirmados de Covid-19, com 839 em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. A cidade registra, até o momento, 82 óbitos e tem 506 pacientes recuperados.

 


Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ