logo

logo logo logo Colab

Licitações FeSaúde

SEPLAG – UGP/CAF

Licitações SMEL

Licitações Sexec

Licitações SMEL


Início
Niterói registra a maior queda em índices de criminalidade da Região Metropolitana PDF Imprimir E-mail

16/07/2020 - Dados do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP) apontam uma queda de 90,63% no indicador letalidade violenta – que soma homicídio doloso, homicídio decorrente de oposição à intervenção policial, latrocínio e lesão corporal seguida de morte –  e de 69,84 % no roubo de veículos em Niterói, em junho, na comparação com o mesmo período em 2019. Os resultados são os melhores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A Prefeitura de Niterói investe cerca de R$ 250 milhões por ano em ferramentas que auxiliam as forças de segurança no combate a violência.

“Os dados do ISP confirmam mais um mês seguido de redução em todos indicadores de criminalidade em Niterói”, comemora o prefeito Rodrigo Neves. “Tivemos uma queda na letalidade violenta em nossa cidade. São menos 72 óbitos por causas violentas em Niterói. A redução no roubo de veículos é o melhor resultado da Região Metropolitana. Desde a implantação do Pacto Niterói Contra a Violência, a criminalidade está caindo drasticamente na nossa cidade”.

Os dados divulgados pelo ISP confirmam o balanço divulgado pelo Observatório de Segurança Pública de Niterói no início do mês, com pequenos ajustes após consolidações total das estatísticas por região.

“Esses números são resultado dos investimentos que a Prefeitura vem fazendo na área da Segurança Pública e Ordenamento Público. As forças de segurança municipais, estaduais e federais estão trabalhando juntas, de uma forma que nunca havia sido feita. Cada um atua na sua área, mas as ferramentas disponibilizadas pelo município permitem a integração e elaboração de estratégias em conjunto”, explica Paulo Henrique de Moraes, secretário de Ordem Pública de Niterói.

De acordo com os dados, não foram registrados casos de letalidade violenta nas áreas das delegacias do Centro (76ª DP) e Jurujuba (79ª DP). Houve redução importante do indicador nas áreas das delegacias do Fonseca (78ª DP), com - 90,91%, de Icaraí (77ª DP), com -83,33% e de Itaipu (81ª DP), com -50%.

Já no indicador roubo de veículos, os melhores resultados foram nas regiões de Icaraí e Centro, com queda de cerca de 90% desse tipo de crime, seguido por Jurujuba, com -89,29%, Itaipu, com - 61,54%, e Fonseca, com -49,06%.

“Também tivemos bons resultados no indicador estratégico roubo de rua. A queda em toda cidade foi de -59,64% na comparação com junho do ano passado. Apenas na área da 79ª DP, a redução desse tipo de crime foi de 80,77%”, explica Gilson Chagas, secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada da Prefeitura. “Nosso trabalho continua dentro do planejamento. Os dados do Observatório de Segurança de Niterói, que acompanham os números do ISP, nos ajudam a acompanhar a mancha criminal para podermos avaliar o comportamento e de que forma podemos ajudar as forças de segurança”.

As delegacias de Icaraí, Fonseca, Centro e Itaipu registraram queda de 65%, 60%, 59% e 28%, respectivamente, nos roubos de rua em junho, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Apoio a segurança – Niterói conta com um sistema de cercamento eletrônico que usa inteligência artificial e 70 câmeras para identificar carros roubados ou furtados nas entradas, saídas e principais vias da cidade em fração de segundos. Os equipamentos também emitem um alerta para que o veículo seja interceptado pela polícia. Além disso, a cidade conta com 600 câmeras de monitoramento que fazem a vigilância do município 24 horas por dia.

Com o cercamento eletrônico, cada vez que um veículo em situação irregular é identificado pelas câmeras inteligentes, um alerta soa no Cisp. Guardas municipais trabalham no monitoramento e, a partir daí, a força policial mais próxima é acionada para que seja feito o cerco e interceptação do veículo. Após a identificação, o veículo também passa a ser rastreado pelas outras câmeras do Cisp para facilitar a abordagem. Além de identificar veículos em situação irregular, através do cruzamento de dados com os arquivos da polícia, o sistema disponibiliza o registro da ocorrência com informações sobre data, local, características do veículo e circunstâncias do delito.

Além disso, a Prefeitura de Niterói é responsável pelo pagamento do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) para policiais trabalharem em horário de folga e pagamento de Regime Adicional de Serviço (RAS) para guardas municipais, entre outras iniciativas. Na atual gestão, o número de guardas passou de cerca de 300 para mais de 700 agentes, todos concursados, e a meta da Prefeitura é chegar a mil guardas, que é o limite permitido por lei.

Pacto Niterói contra a Violência – Também foi implantado o Pacto Niterói Contra a Violência, um plano municipal de Segurança Pública que prevê investimento de R$ 304 milhões em 18 projetos nos eixos de prevenção, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada.

A Prefeitura também é responsável pelo custeio do programa Niterói Presente, um convênio entre a Prefeitura de Niterói e o Governo do Estado. Os agentes hoje atuam nos bairros do Barreto, Icaraí, Santa Rosa, Centro, Fonseca, Charitas, São Francisco e Jurujuba, com uma média de 488 agentes nas ruas.

 

Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ