logo

logo logo logo Colab

Início
Novo larvicida combaterá larvas do Aedes aegypti em Niterói PDF Imprimir E-mail

A partir da próxima segunda-feira (04/07), um novo larvicida, o Novaluron, passará a ser utilizado no combate às larvas do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, em toda Niterói. O novo produto, cujo efeito residual no ambiente dura por cerca de dois meses, é mais duradouro que o usado anteriormente, o Diflubenzurom, que tinha eficácia por apenas 30 dias. O produto causa deformidade no corpo da larva, causando a morte. 

 

 O uso rotineiro, de dois em dois meses, a partir desta segunda-feira, em todos os 230 setores do Município, o que abrange algo em torno de 800 a 1.200 imóveis por setor, envolverá 240 agentes. Haverá um fortalecimento nos finais de semana nos locais com maiores índices de infestação, como ocorre nas regiões Norte e Oceânica.  O tratamento será feito nas caixas de água destampadas e pratinhos de plantas, entre outros locais, que não são cuidados adequadamente pelos moradores. O alerta do secretário municipal de Saúde, Euclides Bueno Neto, continua válido para esses meses de inverno, quando diminui a incidência da doença: “as pessoas devem inspecionar semanalmente os seus ambientes e eliminar os possíveis criadores do mosquito”.

 De acordo com o chefe de Controle de Vetores de Zoonoses, Fernando José da Conceição Filho, por ser veneno líquido, há menor contato com os manipuladores, que não correm o risco de aspirar o pó, como acontecia com o larvicida usado antes. O Novaluron não é tóxico, sem efeito colateral e não há estudos que comprovem que faça mal ao ser humano.

 

 
campo 110 anos
Niterói Cervejeiro

PMUS

ouvidoria


Prefeitura Municipal de Niterói
Rua Visconde de Sepetiba, 987 - Centro - Niterói - RJ