Decreto institui comissão que vai atuar na organização da Jornada Mundial da Juventude Imprimir

Subsede do evento, Niterói vai sediar ainda outros quatro encontros que devem atrair mais de 100 mil fiéis à cidade até o fim deste ano
 rn_jmj

Na presença do arcebispo de Niterói, dom José Francisco, foi assinado nesta sexta-feira (1/2) um decreto criando uma comissão especial que vai regulamentar a atuação da Prefeitura na organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada entre os dias 23 e 28 de julho, no Rio de Janeiro.
 

 

Segundo o prefeito, Niterói vai receber este ano uma série de eventos religiosos que reunirão um grande número de pessoas. O prefeito destacou que a parceria entre a Prefeitura e a Arquidiocese é fundamental para a cidade.


"Essa união entre a Prefeitura e a Arquidiocese é muito importante para a reconstrução de Niterói e trará muitos benefícios para a população pelos próximos quatro anos. Essa parceria converge com o nosso objetivo de tornar Niterói uma cidade mais organizada, solidária e com qualidade de vida. Por isso, institui uma comissão para ajudar na organização da Jornada Mundial da Juventude com a participação de várias secretarias. Milhares de jovens serão acolhidos na cidade e vão ajudar na divulgação de Niterói em seus países. Vamos dar todo o apoio", afirmou o prefeito.


Entre os eventos que Niterói vai receber neste ano como preparação para a Jornada, está o "Bote Fé", que será realizado no dia 19 de maio, na Praia de Icaraí, e terá a chegada da Cruz Missionária, um dos símbolos principais da JMJ.


Farão parte também do calendário de preparação da Jornada, a tradicional confecção de tapetes de sal na Avenida Ernâni do Amaral Peixoto, no Centro, no dia de Corpus Christi, no dia 30 de maio, e a Semana Missionária. que acontecerá entre os dias 15 e 22 de julho, na Região Oceânica e que receberá jovens de diversos países.


Além destes acontecimentos, Niterói terá uma grande comemoração para o Dia Nacional da Juventude, em 27 de outubro, com um evento no Teatro Popular, no Caminho Niemeyer.


O arcebispo de Niterói, dom José Francisco, agradeceu a ajuda do prefeito Rodrigo Neves na organização da JMJ.
 

"Niterói vai ser uma subsede da Jornada Mundial da Juventude . Agradecemos de coração a colaboração da Prefeitura de Niterói ao evento que reunirá milhares de jovens, com culturas diferentes, mas com um objetivo comum, que é a fé em Jesus", disse o arcebispo.


Foto: Leonardo Simplício