Prefeitura de Niterói escolhe 10 profissionais para trabalharem em projetos estratégicos Imprimir

19/07/2017 – Os 10 profissionais escolhidos através de processo seletivo inédito para ocuparem posições na Secretaria de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle (Seplag) vão iniciar o trabalho na Prefeitura de Niterói no dia 1º de agosto. Os novos servidores foram escolhidos pelos gestores municipais entre 30 pré-selecionados pelo Vetor Brasil, organização responsável pela seleção. O resultado final foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 10 de julho.

Secretária de Planejamento do Município, Giovanna Victer explica que o processo seletivo teve início em abril e contou com 4.161 participantes. Os finalistas passaram por seis etapas até a escolha final e vão trabalhar em regime temporário pelo período de 12 meses.

“A experiência de contratar jovens profissionais para a administração municipal visa trazer inovação para o governo de Niterói. Trata-se de mais uma iniciativa de profissionalização, em que os trainees recém-ingressos irão conviver com profissionais mais experientes agregando conhecimentos para todos”, explica a secretária.

Os profissionais selecionados atuarão em iniciativas da atual administração municipal, como o projeto “Niterói Mais Resiliente”, um plano estratégico de controle dos gastos públicos que tem como objetivo assegurar uma travessia sustentável da cidade ao longo do ano de 2017, sobretudo diante do agravamento da crise do estado e dos municípios.


Vetor Brasil conduziu o processo

O processo de seleção em formato inédito no município foi conduzido pelo Vetor Brasil, organização sem fins lucrativos que junto à Prefeitura de Niterói estabeleceu um Acordo de Cooperação Técnica para elaboração, desenvolvimento e implementação de programa de seleção e formação dos dez profissionais.

O Vetor Brasil tem longa experiência na seleção, formação e desenvolvimento de pessoas interessadas em trabalhar com impacto social em escala no setor público. Já alocou mais de 100 profissionais em 62 órgãos governamentais de 24 Estados do país. Além destas frentes, foi responsável por estruturar e conduzir no ano passado um processo inédito no Brasil, que selecionou a atual secretária de Educação do Município de Londrina, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Segundo Joice Toyota, diretora-executiva do Vetor Brasil, o processo seletivo de Niterói marca mais um passo importante no uso de metodologias e critérios meritocráticos na escolha de profissionais para atuarem no setor público.

“Estamos convictos de que cada vez mais jovens talentos serão atraídos para atuar em órgãos governamentais, motivados pelo impacto social que podem gerar em escala no governo”, esclarece.

O Vetor Brasil é uma entidade civil sem fins lucrativos, que busca, avalia e desenvolve talentos para trabalharem no setor público. A organização começou a operar em 2014 e já alocou mais de 100 profissionais em 62 órgãos governamentais de 24 Estados o Brasil. Em 2016, foi responsável por conduzir processo inédito de seleção da secretária de Educação do Município de Londrina (PR).

O Vetor Brasil tem o apoio de entidades como o Google.org, Stanford University, Fundação Arymax, Fundação Lemann, Fundação Brava, Instituto Sonho Grande, e o Instituto Betty e Jacob Lafer.