Trecho do Rio Icaraí, no Campo de São Bento, recebe revitalização Imprimir

revitalizacao
29/07/2017 –
O Campo de São Bento se tornou palco, na manhã de hoje (27/7), de uma oficina de grafite. A ação, realizada nos tapumes instalados no Campo de São Bento no local da obra de revitalização do trecho do rio que passa pelo parque, contou com a participação de cerca de 20 crianças e adolescentes da Casa de Acolhimento Lisaura Ruas e teve como tema desenhos sobre a importância do meio ambiente.

 

A oficina, ministrada pelos grafiteiros Gabriel Mattos, de 23 anos, e Davi Baltar, de 32, teve como objetivo conscientizar não só as crianças e adolescentes que participaram, como também os frequentadores do parque, conforme explicou o superintendente da Águas de Niterói, Nelson Gomes.

“O objetivo dessa ação para marcar o início da obra da revitalização do Rio Icaraí, no trecho que corta o Campo de São Bento, é mostrar à população de Niterói a importância dessa iniciativa para a cidade, garantindo que não haverá retirada de árvores e danos ao ecossistema”, disse Nelson.

Além das aulas, os artistas também grafitaram desenhos de autoria própria relacionados ao Meio Ambiente.

 

Revitalização – O trecho do rio Icaraí que passa pelo Campo de São Bento receberá um dispositivo hidráulico, chamado Tomada de Tempo Seco (TTS), que intercepta o esgoto lançado de forma irregular nas galerias de águas pluviais, evitando o despejo sem tratamento no meio ambiente.

“Com a Tomada de Tempo Seco teremos uma melhoria na qualidade do ar do parque. Além disso, dentro do Campo, o rio passa em ambiente aberto, mas em boa parte do seu curso ele é canalizado. Com a diminuição do fluxo de água no parque vamos concretar o fundo do canal, o que vai ajudar muito na hora da manutenção”, comentou a Secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.

A operação desse sistema será realizada remotamente, por meio do Centro de Controle Operacional de Esgoto da Águas de Niterói, que fica na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Icaraí. Além disso, técnicos da concessionária acompanharão diariamente o funcionamento desse dispositivo no local. Vale ressaltar que o sistema de TTS também foi projetado para ser enterrado, não precisando retirar árvore do local e nem causando dano ao ecossistema.

“Independentemente da implantação desse sistema no Campo de São Bento, é importante ressaltar que a fiscalização para identificação e regularização das contribuições irregulares de esgoto no sistema de águas pluviais continuarão sendo realizadas através do Projeto Se Liga, que é uma parceria da Águas de Niterói com a Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS)”, concluiu Nelson Gomes.