Prefeito de Niterói faz última vistoria no Mergulhão da Praça Renascença antes da inauguração Imprimir

09/08/2017 – Na manhã desta quarta-feira (9/8), o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, fez a última vistoria na obra do mergulhão da Praça Renascença, no Centro, antes da inauguração, que acontece no próximo dia 19. Acompanhado por sua equipe técnica, pelo secretário executivo de governo Axel Grael, e pelo diretor-superintendente da Ecoponte, Alberto Lodi, o prefeito conversou sobre o plano de tráfego no entorno da passagem subterrânea, que está recebendo os últimos ajustes, e ressaltou a importância desta obra para a mobilidade urbana da cidade.

A obra, uma parceria com a Prefeitura de Niterói, está sendo realizada pela Ecoponte, como contrapartida pela concessão da Ponte Rio-Niterói. De acordo com o prefeito, a integração das equipes da Prefeitura com a Ecoponte foi fundamental para o andamento da obra do mergulhão, que trará muitos benefícios para a cidade, principalmente para os moradores da zona Norte.

“Esta obra modifica a dinâmica na entrada da cidade. Tivemos a duplicação das avenidas Benjamin Constant e Contorno, que representou significativa melhora no trânsito, assim como o túnel Charitas-Cafubá, na Região Oceânica. Com a conclusão do mergulhão, iniciaremos ainda este ano, a obra de alargamento da Avenida Marquês do Paraná. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais a mobilidade urbana e ampliar a malha cicloviária da cidade. Um dos projetos é a ciclovia na Alameda São Boa Ventura até o bairro São Lourenço”, diz o prefeito.


Mobilidade urbana – A passagem subterrânea, que está sendo escavada sob a pista sentido Fonseca da Avenida Feliciano Sodré, terá cerca de 500 metros de extensão (150 metros de trecho subterrâneo). A obra tem como objetivo desafogar o tráfego na região, facilitando, inclusive, o fluxo das centenas de ônibus que seguem diariamente do Terminal Rodoviário João Goulart em direção à Zona Norte e a São Gonçalo. No sentido contrário, ficará mais fácil o acesso à Avenida Jansen de Mello.

Com a obra, quem segue pela Avenida Feliciano Sodré poderá acessar a Avenida do Contorno e a Alameda São Boaventura sem precisar contornar a Praça Renascença ou parar no sinal no cruzamento com a Jansen de Mello. Quem vier da Zona Norte e quiser acessar a Avenida Jansen de Mello, em direção à Zona Sul, passará por cima do mergulhão.