Asfalto Liso 2 é retomado no Fonseca Imprimir

29/09/2017 – Cerca de cinco quilômetros de vias já foram recuperados no Fonseca desde a última segunda-feira (25/9), quando o programa Asfalto Liso 2 foi reiniciado no bairro, atendendo a solicitações de moradores durante mais uma edição do Prefeitura Móvel, realizado na semana passada, no Horto do Fonseca.

Na Riodades, o trabalho nas travessas Iracema, Onofre Machado e Rosa Machado Guedes foi finalizado. As ruas São Jorge, Cosme e Damião, Monte Serrate, Dr. Valério, Paulina e São Miguel também estão recebendo novo asfalto. A previsão é de que nesta segunda-feira (2/10), a Rua Soares Miranda também seja recapeada.

Em maio, o projeto contemplou as ruas Monerat, Sá Barreto, Alice Galvão, Manoel Benício, Nossa Senhora das Mercês, Francisca Ribeiro Lopes da Cunha, Santo Cristo e Henrique Lage. O Asfalto Liso 2 é realizado através da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa), que este ano já recuperou também vias importantes de Icaraí, como Mém de Sá, Presidente Backer e Mariz e Barros. Os recursos investidos são do próprio município.


Investimentos – Nos últimos quatro anos e meio, só na Região Oceânica, a Prefeitura de Niterói investiu mais de R$ 100 milhões em obras de drenagem e pavimentação. Foram drenados e pavimentados bairros inteiros como o Cafubá, a Fazendinha e o Bairro Peixoto, e parte de Piratininga, Camboinhas, Maravista e Maralegre. São mais de 150 ruas, que nunca tinham recebido asfalto, com obras executadas.

Estão em andamento as obras da Rua Romanda Gonçalves e a maior obra de macrodrenagem da Região Oceânica, que irá solucionar problemas de alagamentos que existem há décadas na Estrada Francisco da Cruz Nunes em áreas como o Trevo de Piratininga, e na região perto do motel Status. Este projeto também vai beneficiar o loteamento Santo Antônio.

Já está em fase de contratação os projetos executivos do Maravista, Engenho do Mato, Serra Grande, Maralegre e Santo Antônio. As demais regiões da cidade foram beneficiadas por obras de recapeamento asfáltico, que recuperaram mais de 300 vias nos últimos quatro anos e meio.