Obras do Serra Grande, Maravista e Santo Antônio serão iniciadas neste semestre Imprimir

20/08/2018 – As obras de drenagem e pavimentação do Serra Grande, Maravista e Santo Antônio, na Região Oceânica, serão iniciadas neste semestre. O anuncio foi feito pelo prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, nesta segunda-feira (20), durante vistoria nas obras do Boa Vista. Neves disse, ainda, que o projeto executivo para o Engenho do Mato será contratado nas próximas semanas.


O prefeito lembrou que quando assumiu o governo, em 2013, 80% das ruas da Região Oceânica não tinham infraestrutura. Hoje, a Região Oceânica vive uma realidade diferente.

“Já fizemos a drenagem e pavimentação do Cafubá, da Fazendinha, Bairro Peixoto, Avenida Romanda Gonçalves. Tudo isso foi possível com muito planejamento e uma visão holística da cidade.  Muitas pessoas estavam deixando a Região Oceânica para morar em Icaraí. Agora, este cenário é outro.  Fizemos o túnel Charistas-Cafubá e estamos concluindo a TransOceânica. As pessoas não querem mais sair daqui, estão ganhando mais qualidade de vida e infraestrutura depois de décadas”, disse Neves.

No Boa Vista, já foram concluídas as obras de drenagem, terraplanagem e pavimentação de três ruas. No momento, equipes trabalham em mais quatro vias. Em setembro, oito ruas estarão concluídas e todo o trabalho finalizado em dezembro. Treze ruas do bairro serão urbanizadas, o que representa mais de seis quilômetros de galerias de águas pluviais, terraplanagem e asfalto. O bairro tem cerca de 400 casas e a obra é uma antiga reivindicação dos moradores.

Morador do Boa vista há 21 anos, Marcelo Marques de Almeida, enfatizou que a obra está trazendo não só a valorização dos imóveis como melhor qualidade de vida para os moradores. “Estamos nos sentimos mais respeitados como cidadãos. São anos aguardando que esta obra saísse do papel e finalmente esse momento chegou”, afirmou.

Lídia Frida é outra moradora que não esconde a satisfação e o alívio em ver as máquinas e as equipes trabalhando na rua onde mora, no Boa Vista, desde 2011. “Agora estamos vivendo uma nova realidade. Minha filha chegou a pensar em mudar daqui, por conta da lama e da falta de infraestrutura quando chovia, mas hoje não cogitamos essa possibilidade. O bairro deu uma virada e para melhor”, comemorou.

Principal via de acesso ao Jacaré, a Estrada Frei Orlando também está recebendo intervenções em um trecho de aproximadamente dois quilômetros que ainda não contava com asfalto. A previsão é de que obra seja concluída no fim deste ano. O trabalho também terá importante papel no processo de renaturalização do rio Jacaré, que fica na localidade, já que a obra permitirá que a água chegue ao rio sem sedimentos.

Com este novo pacote de obras da Prefeitura de Niterói, serão cerca de R$ 210 milhões para as intervenções que serão executadas com recursos da Cooperação Andina de Fomento (CAF). “Com estes projetos, serão aproximadamente 26 quilômetros de obras, beneficiando diversas ruas de todos esses bairros. Para executar as intervenções, estamos conversamos e ouvimos as demandas dos moradores de cada um dos bairros”, explicou o secretário municipal de Obras, Vicente Temeperini.



Investimentos – Desde 2013, foi realizado o maior investimento que a Região Oceânica já recebeu em obras de drenagem e pavimentação. São mais de R$ 100 milhões. Foram drenados e pavimentados o Cafubá, a Fazendinha e o Bairro Peixoto, e parte de Piratininga, Camboinhas, Maravista e Maralegre. São mais de 150 ruas com obras executadas.



Em fevereiro, foram concluídas as obras da Avenida Professora Romanda Gonçalves, em Itaipu. E em dezembro de 2017, foi entregue a maior obra de macrodrenagem de Itaipu e Piratininga,  entre a Estrada Francisco da Cruz Nunes e a Avenida Almirante Tamandaré.