Paulo Bagueira assume Secretaria Executiva de Niterói Imprimir

12/04/2019 – O prefeito Rodrigo Neves deu posse, nesta sexta-feira (12), ao presidente licenciado da Câmara de Vereadores de Niterói, Paulo Bagueira, no cargo de secretário Executivo da Prefeitura. Bagueira substitui Axel Grael, que estava à frente da Secretaria Executiva desde o início de 2017. Na última quinta-feira, Axel assumiu a Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão (Seplag).

A cerimônia de posse foi no auditório do Museu de Arte Contemporânea e contou com a presença de secretários municipais, vereadores e líderes políticos da cidade. Além do prefeito e de Bagueira, discursaram os secretários municipais de Governo, Comte Bittencourt; de Fazenda, Giovanna Victer; e da Seplag, Axel Grael; além do presidente em exercício da Câmara Municipal, vereador Milton Cal.

“Tenho certeza que o Bagueira vai ajudar muito a nossa cidade. Ele terá a missão de coordenar toda a articulação política e institucional e as ações sociais do governo, além de manter aberto um diálogo com todos os vereadores. Ele é um grande amigo e parceiro político, e tem a competência para desempenhar muito bem o seu papel”, disse o prefeito.

Bagueira está na vida pública desde 1992, quando assumiu a suplência de vereador pelo PDT. Preside, desde 2009, a Câmara Municipal de Niterói, onde ampliou o número de audiências públicas, criou um setor de cultura e de entretenimento, com a exposições artísticas e exibição de filmes no projeto Cinema na Câmara e a Escola de Democracia, que leva estudantes das redes públicas e particulares ao Legislativo.

“Recebi o convite do prefeito Rodrigo Neves e, depois de muito diálogo com meus colegas, decidi assumir esse novo desafio. Vamos para o Executivo buscando somar forças e se integrar a essa engrenagem municipal. Estou confiante e pronto para contribuir com o nosso município”, disse.

Bagueira só aceitou o convite feito pelo prefeito Rodrigo Neves depois da aprovação dos vereadores. Ele submeteu ao plenário na sessão da última quarta-feira o seu pedido de licença, que foi aprovado por unanimidade.

“Assim como fui eleito por unanimidade para mais um mandato como presidente, busquei a unanimidade no entendimento pela minha licença”, afirmou.