Dia do Ciclista terá ciclo de atividades no bicicletário Arariboia Imprimir


23/08/2019 - “Ser ciclista em Niterói" é o tema central das comemorações do Dia do Ciclista na cidade, que acontece neste sábado (24), a partir das 14h, no Bicicletário Araribóia, no Centro. Serão rodas de conversa, cine debate, feira ciclística, bike foods entre outras atividades. O evento é uma promoção do Niterói de Bicicleta, programa da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão (SEPLAG) da Prefeitura de Niterói, e marca a primeira comemoração do Dia do Ciclista no município.



A proposta do evento vai além do caráter comemorativo. A intenção do Niterói de Bicicleta é saber quem anda de bicicleta pela cidade, o porquê da opção por esse meio de transporte e formas de utilização, entre outros pontos. Para traçar esse perfil, serão levados em consideração aspectos como mobilidade, sustentabilidade, cultura, educação, sociabilidade e gênero.

“Niterói saiu praticamente do zero na malha cicloviária, agora temos ampla cobertura nas zonas centrais da cidade e, em breve, licitaremos mais 60 quilômetros de ciclovia na Região Oceânica", afirma Axel Grael, secretário de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão. "Podemos dizer que somos referência na mobilidade ativa. Temos o maior índice de mulheres pedalando do país. Registramos um fluxo diário de mais de três mil bicicletas circulando, especialmente, em vias como as avenidas Roberto Silveira e Amaral Peixoto. E pensar que, quando idealizei o Bicicletário Araribóia, teve gente que criticou, dizendo que ele seria um grande elefante branco. Hoje, a demanda é tanta, que já estamos fazendo projeto para duplicá-lo”.

Para a manhã deste sábado, está programado um passeio ciclístico com concentração e saída às 10h, na Praia de Icaraí (em frente ao prédio da Reitoria da UFF), seguindo até o Caminho Niemeyer. A organização está a cargo da Bike Anjo.

Entre 14h e 19h, as atividades se concentrarão no Bicicletário Araribóia, onde os ciclistas poderão fazer pequenos reparos em suas bikes, comprar peças e acessórios, trocar informações, além de saborearem a gastronomia sobre duas rodas. Entre 15h e 17h, acontecem as rodas de conversa e, às 17h30, exibição de filme seguida de debate.

O Dia Nacional do Ciclista foi criado em 2018, com a vertente de colaborar na promoção da paz no trânsito e incentivar o uso da bicicleta em todo o país. Em Niterói, a opção pelos deslocamentos em duas rodas, nos últimos cinco anos anos, cresceu numa faixa próxima aos 200%, e nessec mesmo período, houve o incremento de 40 quilômetros na malha cicloviária da cidade.

Niteroi de bicicleta - Criado em 2013, o Programa Niterói de Bicicleta nasceu do plano estratégico “Niterói que Queremos”, como uma resposta aos desafios relacionados à mobilidade e ao meio ambiente, com o objetivo de estimular a cultura cicloviária na cidade. Todas as providências relativas ao projeto seguem as normas e padrões de construção e sinalização definidas no Manual de Infraestrutura Cicloviária de Niterói.

O Niterói de Bicicleta é baseado em dois pilares, planejamento de infraestrutura física – tanto de locomoção, como de estacionamento seguro –, e cultura e educação cicloviárias. O projeto busca influenciar a cultura e o comportamento da população e visitantes de Niterói, na promoção da bicicleta como meio de transporte para pequenas e médias distâncias, além das atividades de lazer.

A escolha da bicicleta como meio de transporte pode refletir em mudanças, não só no dia a dia, mas também, nos relacionamentos e momentos de lazer. Exemplo disso é Diogo Roseno Cabral, 27 anos, morador do Barreto, que, desde a criação do Bicicletário Araribóia, optou pela bicicleta para sua locomoção.

“Eu trabalho no Centro e usava ônibus para vir da minha casa, no Barreto, porque não tinha um lugar seguro para deixar minha bicicleta. Com a inauguração do bicicletário, esse problema foi resolvido, pois numa cidade com o trânsito pesado como Niterói, a bicicleta é, sem dúvida, a melhor opção,” diz Diogo Cabral.

Segundo ele, as vantagens não ficam só por conta do trânsito. As novas amizades que se formam ente os usuários do Bicicletário Araribóia interferem também nas programações de fim de semana.

“Fiz amigos maravilhosos, incluindo o pessoal super gente fina do bicicletário. Graças a esse grupo, já conheci lugares onde nunca tinha ido. Eu e o Thiago, também ciclista, criamos um grupo pelo Whatsapp para incentivar mais pessoas a pedalarem a partir do conhecimento das vantagens que esse meio de locomoção promove”, disse Diogo, explicando que para fazer parte do grupo basta procurar pela equipe do próprio Bicicletário Araribóia, a quem foi designada a função de administrar o grupo na rede.

O Bicicletário Araribóia fica na Visconde do Rio Branco, 456/494. O evento deste sábado, uma realização do Niterói de Bicicleta, tem apoio dos cicles Garage Bike, Amazonas Bike e Bike Haus, além do Bike Anjo, Pedal Sonoro e Amara Vista.