Alameda São Boaventura terá interdição de duas faixas na pista sentido São Gonçalo a partir de 2 de setembro Imprimir

26/08/2019 - A partir do dia 2 de setembro, duas faixas na pista sentido São Gonçalo da Alameda São Boaventura estarão interditadas ao trânsito, das 21h às 7 horas, de segunda a sexta-feira, no trecho entre as ruas Sá Barreto e São José. Aos sábados, o bloqueio acontecerá das 18h às 7h, e aos domingos, das 19h às 7 horas. O fechamento parcial da via será necessário para realizar as obras de macrodrenagem da comunidade São José, localizada entre os bairros Fonseca, Viçoso Jardim e Caramujo. A previsão é de que o trabalho na Alameda seja concluído no início de novembro.



Durante o período de interdições, haverá mudanças nos locais de parada de algumas linhas de ônibus. As linhas 49 (Fonseca x Centro x Icaraí), 731D (Charitas x Candelária via Fonseca) e 1731D (Castelo x Charitas) que seguem no sentido Santa Rosa passarão a fazer paradas na Rua Oscar da Fonseca. Já as linhas 45 (Cubango x Centro) 26A (Morro do Céu x Centro) e 26B (Caramujo x Centro) que seguem no sentido Caramujo, terão os pontos transferidos da Alameda para a Rua Sá Barreto.

Os motoristas também devem ficar atentos às mudanças nos retornos. Quem sai da Rua Evilásio Silva em direção à São José deverá seguir na Alameda sentido Centro e acessar a Rua Santo Cristo, a Travessa Romualdo Peixoto e a Rua São Januário. Deste ponto, o motorista deverá atravessar a Alameda para chegar à Rua Oscar da Fonseca, e de lá seguir pela Travessa do Maia e Rua Desembargador Lima Castro sentido Santa Rosa ou sentido Caramujo.  Já os motoristas que estiverem no sentido São Gonçalo da Alameda e desejarem acessar a São José deverão entrar na Rua Sá Barreto, que terá sua mão invertida, e de lá acessar a Rua Soares de Miranda até a São José.

O primeiro quarteirão da Rua São José, no trecho entre a Rua Soares Miranda e a Alameda São Boventura, também estará interditado ao trânsito até o fim do ano. O estacionamento de veículos fica proibido em ambos os lados da via, e a mão do trânsito será invertida, passando a valer no sentido Soares Miranda. Quem desejar seguir para a Avenida Jerônimo Afonso ou para a Travessa São José deverá seguir pela Rua Sá Barreto. O estacionamento também ficará proibido na Rua Oscar da Fonseca, no trecho entre a Alameda e o número 70. Vale ressaltar que será garantido o acesso a veículos de moradores e comerciantes desta área.

Durante todo o período da obra, operadores de trânsito estarão no local para garantir a fluidez do trânsito. A NitTrans informa que dois operadores atuarão à noite na Alameda São Boaventura, na esquina com a Rua Sá Barreto. Ao longo do dia haverá um operador de trânsito entre a Rua Sá Barreto e a Rua Soares Miranda. No período de obras, um agente também estará na Alameda com Rua Evilásio Silva para assegurar o bom andamento do trânsito.

O consórcio Nova Comunidade São José, em parceria com a Prefeitura de Niterói, disponibilizou o Escritório de Trabalho Técnico Social para esclarecer dúvidas e receber sugestões. O endereço é Travessa São José, 28. O atendimento acontece no horário comercial.

Urbanização - Neste sábado (24), a Prefeitura entregou a primeira etapa do programa de urbanização da região da comunidade São José.  Nesta fase foram realizados serviços de drenagem e pavimentação de vias, além da melhoria em escadas de acesso. A próxima etapa terá como foco o trabalho de macrodrenagem. As intervenções para urbanização e infraestrutura da comunidade começaram em abril de 2019 e a previsão é que estejam concluídas em agosto de 2020.

“Estamos realizando um conjunto de obras nunca visto na região Norte da cidade, do Morro do Bumba até a Alameda, com obras de drenagem e pavimentação. Debaixo deste asfalto temos uma obra sólida. Vamos continuar agora na segunda etapa da obra. São iniciativas que levarão mais tranquilidade e qualidade de vida aos moradores", disse Axel Grael, secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão.

As obras vão beneficiar cerca de 1.500 famílias. São financiadas pela Prefeitura de Niterói em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social de Niterói (Produis), em um investimento de R$ 44 milhões.

A secretária de Fazenda, Giovanna Victer, destacou a importância dos investimentos feitos pela prefeitura em áreas de vulnerabilidade.

“Esse é um governo que escuta a população. Não podemos fazer todas as obras ao mesmo tempo, mas sempre estaremos ouvindo os moradores e atendendo, na medida do possível, com planejamento e trabalho sério", disse a secretária.

Para a execução dos trabalhos, a região foi dividida em 10 núcleos. O serviço avança na comunidade com a implantação do novo asfalto, que está em andamento nas ruas Jardim Alvorada, Travessa São José e Jerônimo Afonso. A Travessa Dona Zina e a Subida do 340 já se encontram com esta etapa da obra finalizada.

As contenções previstas no projeto já foram concluídas nas Travessas Dona Zinha e Nova Esperança, nas Ruas Jardim Alvorada e Antônio Belchior Duarte. Novas intervenções serão realizadas na Travessa São José (parte alta) e na Rua São Jerônimo. A comunidade receberá, ainda, uma quadra poliesportiva, praça com academia da terceira idade e brinquedos para crianças, além de um anfiteatro.