Primeira fase das obras do Parque Rural do Engenho do Mato entra na reta final Imprimir

23/09/2019 – Representantes da Prefeitura de Niterói, de associação de moradores e integrantes de clubes de cavalo realizaram, nesta segunda-feira (23), uma vistoria nas obras do Parque Rural do Engenho do Mato, cuja primeira etapa está em fase de finalização, com previsão para ser entregue no mês de novembro. A Prefeitura lançará um edital de licitação nos próximos dias para dar continuidade a construção de uma ala dedicada a equinoterapia, castração de animais, além de um auditório, atendendo a um pedido dos moradores da região. A visita também foi acompanhada pelo deputado estadual Paulo Bagueira.


O Parque Rural será o primeiro do Estado do Rio de Janeiro a ter uma área coberta para a realização de eventos oficiais com cavalos e outros animais. No local, também haverá espaço para escritórios e para a realização de exposições e eventos.

“Ainda nesta primeira fase vamos concluir o piso e o gradil. Após essa etapa, a empresa que vencer a licitação construirá o anexo que será importante para dar apoio para as atividades extras. A segunda etapa da obra deve começar início de novembro com previsão de término em três meses”, explicou Vicente Temperini, secretário de obras de Niterói.

Temperini confirmou que a prefeitura está concluindo o projeto executivo de drenagem e pavimentação do Engenho do Mato que deverá estar pronto até final de dezembro. Será feita a licitação para realização da obra, que contemplará 117 ruas e terá prazo de conclusão de 12 meses.

O administrador regional da Região Oceânica, Carlos Boechat, explicou que a Prefeitura espera incentivar a vocação rural do bairro e induzir o desenvolvimento local, incluindo também pousadas e restaurantes.

“O Parque Rural vai trazer ao Engenho do Mato a reconquista do seu espaço. Será importante para estimular novos negócios e gerar emprego e renda, impulsionando a economia local, que já conta com importantes haras. Também vamos continuar incentivando o Projeto do Caminho de Darwin, uma trilha da região percorrida pelo naturalista inglês, com o objetivo de transformar Engenho do Mato em um grande ponto turístico e ao mesmo tempo mantendo as características locais”, reforçou Boechat.

No início de setembro foi publicado no Diário Oficial do Município o edital de chamamento público para a escolha da Organização da Sociedade Civil que ficará responsável pela administração do espaço.

De acordo com o edital, a organização vencedora terá que implantar um programa de atividades físicas no local adequadas para adultos e idosos; garantir periodicamente eventos culturais e campeonatos esportivos em seus espaços físicos; promover o desenvolvimento e aumento do número de atividades culturais e desportivas; resgatar e realizar a manutenção das características locais, privilegiando aspectos relevantes como a tradição equestre, entre outros pontos.

“Além de atender toda a cidade com a equoterapia, o Parque Rural terá projetos sociais e meio ambiente. Será um grande investimento para o nosso bairro, além de movimentar a nossa economia local, incentivando o comércio”, destacou a presidente da Associação de Moradores do Engenho do Mato, Simone Siqueira Pinto.