Prefeitura de Niterói inaugura Sala Nelson Pereira dos Santos com show de Adriana Calcanhotto Imprimir

Sala multiuso 301/10/2019 – Niterói ganhou sua maior sala multiuso pública, na última segunda (30). Equipada com o que há de mais moderno em som, luz e equipamento audiovisual, a Sala Nelson Pereira dos Santos – homenagem a um dos maiores nomes da sétima arte do país e fundador do curso de graduação em cinema da UFF – foi inaugurada com show da cantora Adriana Calcanhotto.

 


 

Na plateia, o prefeito Rodrigo Neves, acompanhado pelo secretário de Cultura, Victor De Wolf, pelo presidente da Fundação de Arte de Niterói (FAN), André Diniz, pelo filho do homenageado, Nelsinho Pereira dos Santos, e pelo cineasta Cacá Diegues, vibrou a cada canção apresentada pela compositora Adriana Calcanhotto, que, sozinha no palco, com seu banquinho e violão, arrancou muitos aplausos da atenta plateia.

Antes do show, o prefeito Rodrigo Neves saudou o público presente e ressaltou a importância de ter a cultura e a educação como pilares para o plano de desenvolvimento do município.

“Estou muito feliz em compartilhar com vocês este espaço. Um projeto que tem tudo a ver com Niterói. Quero agradecer aos artistas e aos produtores culturais, que fazem desta cidade uma potência. Estamos entre as 10 cidades que mais investem em cultura do Brasil e somos a primeira do estado. Uma criança com um instrumento musical jamais vai segurar em uma arma”, disse.

Já a cantora Adriana Calcanhotto não escondeu sua emoção em abrir a Sala Nelson Pereira dos Santos. “Estou muito feliz por ter sido convidada para a noite de estreia desse espaço. É uma responsabilidade muito grande inaugurar um equipamento como este, que atende a várias linguagens – música, teatro, dança – , e com estes nomes todos: um projeto de Oscar Niemeyer, uma Sala chamada Nelson Pereira dos Santos, com Cacá Diegues na primeira fila da plateia, então, não é fácil, mas muito gratificante. Há tempos eu não fazia voz e violão, entretanto foi uma apresentação muito comovente. A plateia de Niterói tem um carinho, um calor muito original, o que me deixou muito feliz”, destacou Adriana.

A Sala Nelson Pereira dos Santos é um espaço multiuso para apresentação de música, teatro, dança e cinema, localizado no Centro Petrobras de Cinema, em São Domingos. Fica instalada na estrutura que se assemelha a um rolo de filme, projeto do gênio da arquitetura Oscar Niemeyer. Trata-se do maior auditório público da cidade, com 491 lugares, equipado com o que há de mais moderno em tecnologia de som, luz e projeção audiovisual.

A programação do novo equipamento cultural vai seguir intensa no mês de outubro, recebendo, além da Adriana Calcanhoto, o musical da cantora Preta Gil (Mais Preta que Nunca); e shows do cantor Cláudio Lins; do grupo Moça Prosa; de Aguidavi do Jêje, que contará com participação especial de Gilberto Gil; e do Nelson Sargento.

Programação de outubro:

01 de outubro, terça-feira, às 20h - Adriana Calcanhotto (show Margem)

Duração: 1h20

Valor: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia)

Classificação: livre

Adriana Calcanhotto, mais uma vez, vem se dar ao mar como imagem. Seu novo show combina as canções praieiras que compõem essa trilogia de álbuns lançados no espaço de dez anos entre cada um, confirmando sua doce obsessão pelo tema. Revisando sonoridades, atualizando sucessos e confirmando seu magnetismo no palco, Adriana fará de “Margem” mais um sucesso pelos palcos do Brasil.

03 de outubro, quinta-feira, às 20h - Aguidavi do Jêje, com participação especial do cantor Gilberto Gil

Duração: 1h30

Valor: R$ 20 (inteira) | R$ 10 (meia)

Classificação: livre

Aguidavi do Jêjeé um grupo Afro percussivo inovador referendado nos toques de candomblé da nação Jeje-Mahin. Uma orquestra de atabaques que se auto intitula Ritual Percussivo. O grupo, formado por 11 músicos /ogãs, traz uma das mais interessantes e diferentes sonoridades na música contemporânea baiana, além de representar uma importante herança ancestral ligada diretamente à história da diáspora brasileira.  Participação especial Gilberto Gil.

10 e 11 de outubro, às 20h30 – Mais Preta do que Nunca - Espetáculo com a cantora Preta Gil

Duração: 1h10

Valor: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia)

Classificação: livre

Preta Gil finalmente abre sua “caixa preta” que, aos quarenta e cinco anos de vida e dezessete de carreira, está repleta de histórias para contar e músicas para cantar. Nascida no berço esplêndido da MPB tropicalista nos anos 70, criada no epicentro da cultura pop / rock intelectual dos anos 80 e 90, a cantora, atriz e apresentadora fará no teatro o primeiro monólogo autobiográfico e musical de sua carreira: Uma Stand UpComedy costurada por músicas que permeiam sua história, acompanhada por uma banda só de mulheres.

17 de outubro, quinta-feira, às 20h – Grupo Moça Prosa

Duração: 1h30

Valor: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação: livre

Originado das rodas de samba da Pedra do Sal, o grupo Moça Prosa é um movimento de samba feminino que se estabeleceu na histórica região da Praça Mauá, no Rio de Janeiro, em 2012. Moça Prosa é a primeira roda de mulheres nascida na Pedra do Sal, que teve seu início em uma oficina de percussão. Ressaltando o empoderamento feminino, o grupo resgata músicas compostas e interpretadas por grandes nomes do samba feminino como: Dona Ivone Lara, Clara Nunes, Clementina de Jesus, Jovelina Pérola Negra, Beth Carvalho, Leci Brandão, Alcione, Elizeth Cardoso, Aracy de Almeida, Dolores Duran, entre outras.

24 de outubro, quinta-feira, às 20h - Cláudio Lins

Duração: 1h30

Valor: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação: livre

Um dos destaques do programa Popstar apresenta em seu show uma viagem aos grandes clássicos da Música Popular Brasileira.

Em seu novo show, ‘Expresso Brasileiro’, Claudio quer levar o público a viver a experiência dessa viagem musical, com os sucessos que marcaram épocas importantes da nossa história, em arranjos diferenciados e uma interpretação pronta para emocionar todas as gerações.

Além de visitar grandes sucessos da MPB, o público poderá conferir no repertório do show o talento de Claudio como compositor e as músicas que marcaram a sua carreira musical em seus dois álbuns lançados: Um e Cara.

31 de outubro, quinta-feira, às 20h – Nelson Sargento

Duração: 1h20

Valor: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação: livre

O grande baluarte do samba carioca e de nossa cultura popular – Nelson Sargento – sobe ao Palco da Sala Nelson Pereirapara comemorar os seus 95 anos com um show mais que especial por se tratar da celebração de sua carreira artística de sucesso e muito produtiva.  Com direção musical de Paulão 7 Cordas, o show terá um tom intimista e harmônico, com formação musical que contará com violão, cavaquinho e percussão. Mestre Sargento quer comemorar cantando seus sucessos. No repertório já estão definidos sambas como "Falso Moralista" gravado por Paulinho da Viola, e como não poderia faltar alguns de seus clássicos "Falso amor sincero", "Agoniza, mas não morre" e "Primavera".

A Sala Nelson Pereira dos Santos fica na Avenida Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos Niterói – RJ.