Mais de 2.600 empresas já se cadastraram para acessar empréstimos do fundo Supera Niterói Imprimir

26/04/2020 – Mais de duas mil e seiscentas empresas já se cadastraram na Prefeitura de Niterói para acessar a linha de crédito do fundo Niterói Supera. O fundo vai injetar R$ 150 milhões na economia da cidade para apoiar profissionais liberais, micro e pequenas empresas sediadas na cidade. Essas empresas poderão pegar empréstimos a juro zero em instituições financeiras credenciadas pelo município. O pagamento poderá ser feito em até 36 vezes, com seis meses de carência. Em pronunciamento nas redes sociais na noite deste domingo (26), o prefeito Rodrigo Neves ressaltou que a iniciativa é inédita no país.

“Qualquer prefeitura que tenha uma equipe empenhada pode implementar várias ações para ajudar as pessoas com ações simples para salvar vidas. Não há contradição entre salvar vidas e manter a economia de uma cidade de pé e nós estamos provando isso em Niterói”, afirmou o prefeito Rodrigo Neves.

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, revelou que 2.609 empresas já se cadastraram desde a última sexta-feira (24) e que, agora, o Banco do Brasil vai procurar os empresários para a concessão dos empréstimos. O cadastro está aberto no site da Secretaria Municipal de Fazenda (https://fazenda.niteroi.rj.gov.br/fundoniteroisupera). Poderão ser beneficiadas pelos empréstimos para capital de giro microempresas e pequenas de pequeno porte; cooperativas ou associações de produção que congreguem pequenos produtores; profissionais autônomos e liberais. Será preciso ter registro e alvará de funcionamento ativo no Município de Niterói.

O fundo terá os seguintes limites para financiamento de capital de giro: até R$ 25 mil para profissionais autônomos e liberais; até R$ 50 mil para microempresas; até R$ 150 mil para cooperativas e empresa de pequeno porte com faturamento de até R$ 2,4 milhões; até R$ 250 mil para empresa de pequeno porte com faturamento superior a R$ 2,4 milhões até R$ 4,5 milhões.

Empresa Cidadã - A secretária Giovanna Victer também informou que o Programa Empresa Cidadã teve seu cadastro encerrado na sexta-feira passada, com um total de 2.167 empresas cadastradas. No programa Empresa Cidadã, a Prefeitura de Niterói pagará um salário mínimo, pelos próximos três meses, para até nove empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com alvará na cidade, e que tenham até 19 funcionários. Como contrapartida, as empresas se comprometerão a não reduzir seu número de funcionários até outubro.

“Graças a essa iniciativa, 8.199 pessoas terão garantidos os seus empregos, já que a prefeitura pagara o equivalente a um salário mínimo para cada um deles. A primeira parcela do pagamento da folha de pagamento das empresas beneficiadas será depositada no dia 5 maio”, destacou Giovanna Victer.

Os 1.857 taxistas e motoristas de vans com direito ao auxílio emergencial de R$ 500,00, terão o primeiro depósito efetuado na próxima quarta-feira, dia 29 de abril.

Testagem em massa - A Prefeitura de Niterói vai iniciar na próxima terça-feira (28) a testagem em massa da população para o novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves no início da noite deste domingo (26) em pronunciamento nas redes sociais. O prefeito também convocou a população pra uma homenagem aos profissionais de saúde que atendem os pacientes infectados com o vírus. “Na terça-feira, dia 28, às 20h, vamos todos aplaudir esses profissionais que se dedicam muito para salvar vidas com uma salva de palmas,  das janelas, das varandas, dos quintais. O esforço deles merece todo o nosso reconhecimento”, disse o prefeito.

O prefeito explicou que a testagem massiva se dará por meio das unidades básicas de saúde do município e do Programa Médico de Família. As pessoas que testarem positivo, mesmo assintomáticas ou com  sintomas leves serão convidadas a passar um período de isolamento social em um dos Centros de Quarentena instalados em dois CIEPs municipalizados da cidade, onde terão acompanhamento de especialistas por um período de 14 dias.

“Há uma semana a prefeitura iniciou um projeto piloto na Zona Norte da cidade, onde foram aplicados centenas de testes, o que demandou também o treinamento de quase 200 enfermeiros para a correta aplicação dos testes. Vocês vão começar a verificar um aumento de casos confirmados em Niterói, mas esperamos que essa estratégia somada às medidas tomadas na cidade, incluindo o centro de quarentena, ajudem a identificar e mapear os casos e com isso evitarmos o aumento dos óbitos”, explicou Rodrigo Neves.

Boletim – Niterói chegou neste domingo a 264 casos confirmados, com 91 pessoas em isolamento domiciliar em casa, acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde. Houve hoje o registro do 19º óbito. Há 49 pacientes com a Covic-19 internados em hospitais, sendo 15 em tratamento intensivo em CTIs. A cidade contabiliza 102 pacientes recuperados do novo coronavírus em Niterói.

“Podemos ver o que Manaus, Belém e outras grandes cidades do Brasil estão passando e Niterói tinha tudo para estar como essas cidades vivendo uma catástrofe humanitária e, graças ao isolamento social, estamos segurando os casos de óbitos na cidade. Niterói estava entre os primeiros em número de casos com óbitos e hoje outros municípios do Rio de Janeiro, como Caxias e São Gonçalo, que tiveram o primeiro caso de óbito há poucos dias, já passaram Niterói”, lembrou Rodrigo Neves

Leitos - Em relação ao número de leitos para pacientes com a Covid-19, a prefeitura assinou uma parceria com a Universidade Federal Fluminense para a ampliação de leitos. Serão mais 18 abertos exclusivamente para o tratamento de coronavírus, sendo 6 de UTI e 12 de enfermaria.

“A prefeitura vai entrar com o recurso humano. É importante lembrar que só procurem as unidades de referência em casos graves, caso contrário, permaneça em casa. Tivemos um aumento na procura pelas unidades de emergência e é preciso reforçar que os testes não serão feitos lá. O município criou um protocolo para a testagem em massa e ela será realizada pelo Programa Médico de Família”, disse o vice-presidente rede hospitalar da Fundação Municipal de Saúde, Ramon Lorenzo Sánchez.

Sirenes - Também neste domingo, o prefeito Rodrigo Neves voltou a usar na hora do almoço o sistema de sirenes da Defesa Civil, instalado em 30 pontos espalhados pela cidade para pedir para a população manter o isolamento social e prestar contas das últimas ações da prefeitura no combate ao novo coronavírus.